Cargo comissionado, a porta da corrupção

Por Crispiniano Daltro 06/02/2018 - 08:22

Fantástico não passou toda a verdade na denuncia contra a deputada federal Cristiane Brasil, quanto a ameaçar servidores públicos do governo do Estado do Rio de Janeiro ao generalizar.

Na verdade são servidores ocupantes de cargos comissionados, que tomam posse sem prestar concurso público, mesmo sendo exigência constitucional, maioria deles que entram pelas portas do fundo, através de indicação politica. Isso acontece em todas as esferas do poder público nesse Brasil.

Os políticos do governo tanto estadual e municipais baianos, não estão fora desse delito. Um absurdo, mas usual ver nas repartições, secretarias e governadorias pessoas estranhas circulando pelos corredores e desfilando em veículos públicos, alguns até com motoristas, ocupantes de cargos políticos por "temporada", em cargos restritos de carreiras profissionais. São elementos que muitos sequer possuem qualificações para a função. 

Portanto a globo ao fazer tal denuncia contra a deputada, que utilizam esse tipo de comportamento nos políticos para garantir votos nas urnas. Ou seja: compra de votos, com dinheiro público.

Desta forma, faço a solicitação ao MP, OAB e representações de classes do serviço público, que exijam da Direção da Globo, fazer a devida correção na matéria ao generalizar, "servidores públicos", concursados e de carreiras, que se submetem ao concurso público, de acordo ao Art 37 da CF/88 para ocupar cargos públicos, que jamais iriam submeter-se a esse tipo de constrangimento.

Crispiniano Daltro - Servidor público, concursado, desde 1983.